Formation: o manifesto fashion de Beyoncé contra o racismo

Em 07.02.2016   Arquivado em Sem categoria

“What happened in the New Orleans?”

Em agosto de 2014, na cidade de Ferguson, o policial Darren Wilson matou o jovem negro Michael Brown, de 18 anos, com pelo menos seis tiros. Brown estava desarmado, e a sua participação em um assalto a uma loja de bebidas não estava confirmada. Darren Wilson não foi indiciado.

Em Nova Orleans, Robert Jones sai da prisão após ficar preso por 23 anos, acusado de um assassinato cujo autor já havia sido condenado (veja aqui). Em 1992, Jones foi apreendido pela polícia em sua própria casa. Na época, ele tinha apenas 19 anos de idade e vivia em um bairro pobre de Nova Orleams. Até mesmo as crianças da casa foram rendidas. Em 1996, ele foi condenado à prisão perpétua, mesmo após a apreensão e condenação do verdadeiro autor dos crimes. Jones somente foi solto em 2015 sob fiança. Para o juiz Calvin Johnson, o sistema carcerário de Louisiana tem “muitos Roberts”. O estado é o que mais prende nos Estados Unidos. Curiosamente, a prisão onde ficava Robert Jones, conhecida como Angola, foi construída sobre uma antiga plantação escravagista.

As duas situações absurdas são apenas uma amostra da violência sofrida pela população negra nos Estados Unidos. É impossível não se lembrar de obras como “O Sol é para Todos” (“To Kill a Mockingbird”, Robert Mulligan, baseado na obra de Harper Lee, 1962) e “Histórias Cruzadas” (“The Help”, Tate Taylor, 2011). Diante deste cenário, Beyoncé, que assumiu voz ativa na causa feminista e reafirmou suas raízes negras após o nascimento de Blue Ivy, não poderia se calar.

O vídeo do single “Formation” foi lançado neste sábado (06/02) e é o mais político da carreira da cantora. Para a nossa felicidade, ele também traz uma série de referências fashion de vanguarda: a Givenchy de Riccardo Tisci e a Gucci andrógina de Alessandro Michele assinam o figurino do video.

Beyoncé usa Givenchy em uma das cenas de "Formation".

Beyoncé usa Givenchy em uma das cenas de “Formation”. Fonte: BeyoncéOnline

 

Givenchy Summer Spring 2016

Um dos looks desfilados na coleção Summer/Spring 2016 da Givenchy.

A primeira cena de “Formation” traz Beyoncé flutuando sobre um carro da polícia de Nova Orleans, em uma alusão à devastação sofrida pela cidade após a passagem do furacão Katrina. A cidade também é muito bem representada nas cenas em que vemos o MardiGras, uma festa anual conhecida como o Carnaval dos Estados Unidos. O evento traz foliões para as ruas de Nova Orleans, que desfilam fantasiados pelos subúrbios da cidade, especialmente no French Quarter.

Look usado por Beyoncé na primeira cena de "Foundation". A peça é da coleção Summer Spring 2016 da Gucci.

Look usado por Beyoncé na primeira cena de “Formation”. A peça é da coleção Summer Spring 2016 da Gucci.

Em uma casa austera, Beyoncé ostenta um vestido Givenchy (“I’m so reckless when I rock my Givenchy dress”) parecido com os desfilados na coleção Summer Spring 2016 e na já icônica coleção Fall Winter de 2015. De acordo com o site TheManRepeller, o figurino é um Zimmermann Spring/Summer ’16. Em outro cômodo, Blue Ivy corre na companhia de duas outras meninas. As três se orgulham de cabelos armados, desafiando críticas e brincadeiras de teor racista que Blue já sofreu aos quatro anos de idade.

Blue Ivy in Formation

Como não se derreter com a participação de Blue Ivy em Formation?

 

Formation Close up Beyoncé's Hair

Detalhe de uma das cenas de “Formation”. Beyoncé se orgulha de suas tranças.

 

Formation 2

Garotas negras usam perucas coloridas em uma loja de Nova Orleans.

Para quem não costuma considerar a importância dos cabelos no ativismo negro, uma outra cena típica de Nova Orleans dá o recado: mulheres negras posam em uma loja de perucas lisas, em desafio. Em outras cenas deliciosas (e também fortes), Beyoncé solta as tranças na janela de um El Camino (“El Camino with the ceiling low”) e dança com peças Gucci em um ginásio. Os cabelos armados marcam presença em diversos takes.

Formation by Beyoncé - Dance Scene Fonte BeyoncéOnline

Beyoncé e suas dançarinas usam looks Gucci em um ginásio. Fonte: BeyoncéOnline.

 

Formation by Beyoncé - Dance scene

Uma das cenas de dança de “Formation”. Alguém se lembrou de “Lose Control”, da Missy Elliot?

 

Decoração dândi em "Formation".

Decoração dândi em “Formation”. Beyoncé usa Gucci Spring/ Summer 2016

Looks metalizados destacam a coreografia de Beyoncé e suas dançarinas em uma estacionamento, e uma coroa enfeita a senhora Carter em meio a uma decoração dândi. O rococó também aparece na decoração de uma casa ao melhor estilo Candyland, onde Beyoncé usa um Alessandra Rich Spring/Summer ’16.

Alessandra Rich Spring/Summer '16

Alessandra Rich Spring/Summer ’16. Fonte: The Man Repeller.

O caráter político do vídeo dirigido por Melina Matsoukas (“Pretty Hurts”, “Losing You”, “We Found Love”, “Rude Boy” e “You Da One”) é reforçado pelo final eletrizante, em que um garoto desafia a polícia, e lemos em um muro os dizeres “Stop Shooting in Us”.

“Formation”, porém, será iconizado pelos dedos médios que Beyoncé mostra ao racismo da sociedade americana. Um gesto inesperado, vindo da personalidade meiga de uma cantora que supera constantemente os limites de sua própria arte e nos lança cativamente ao interior de sua fúria.

Formation fingers

Beyoncé usa DylanLex. Fonte: TheManRepeller

Bow down, bitches.